Pular para o conteúdo principal

Postagens

O MINEIRO MATUTO

Do Instituto Rural Evangélico, Itapina, ES, fui para Aimorés, de Aimorés para o Granbery, do Granbery para a FaTeo e graças a Deus nunca vivi ao léu. Quero dar-lhe conhecer algo muito importante que Deus faz na vida de uma pessoa que aceita e cumpre seus propósitos. Sinto-me feliz e privilegiado pelos cinco momentos de intervenção de Deus em minha vida no Instituto Rural Evangélico, meu berço vocacional e cultural. Meu trajeto de vida:
Postagens recentes

COMPROMISSO COM O REINO DE DEUS

Atos 1.1-6; 4.11-20   INTRODUÇÃO:   A palavra    Rei e correlatas encontram-se na Bíblia, 238 vezes.  (Fio do bigode). Antigamente, quando se fazia uma transação comercial e se assumia compromisso que envolvia dinheiro, o comprador dava um  fio do bigode  como garantia de pagar na data certa. E hoje, com se faz?   Compromisso é o ato de se comprometer. Promessa solene com Deus diante da congregação. Paga-se alto preço por algo de muito valor. Exemplos... I- Há  4.260  anos Deus Penhorou seu próprio Filho como o futuro resgate (Gn 3.15).  Nós cumprimos a promessa com Fé, confiança e ousadia nAquele que nos escolheu para produzirmos frutos. Fomos chamados para desmantelar o projeto de Satanás, expandir e demarcar os limites do Reino de Deus. SABE-SE QUE HÁ DOIS SENHORES NA FAMILIA PLANETÁRIA -   JESUS CRISTO, COM PODER ABSOLUTO,  que liberta e dá a vida eterna; -  SATANÁS, COM PODER RELATIVO, que  escraviza, mata e lança no inferno.    Ou Jesus Cristo é o Senhor de

A Verdadeira Evangelização

Lc 4.18-19; I Co 9.16; Mt 935-38; II Tm 1.10 e Atos 16.31 INTRODUÇÃO Com muita alegria e gratidão a Deus, faço a introdução deste livreto com a Parábola dos Dois Sitiantes. É uma analogia que se faz sobre o campo onde se semeia o evangelho, semente que produz alimento para o sustento espiritual e faz brotar a vida eterna; e o campo onde se planta o cereal para o sustento natural. Quanto mais a igreja semeia na dinâmica do Espírito Santo, mais abundante é a colheita de almas. Com as memórias deste campo fértil, queremos realçar o valor de quem “lança mão do arado e não olha para trás”(Lc 9.62). A igreja não é chamada para “observar o vento, e nem olhar para as nuvens” (Ec 11.4), mas para sulcar a terra, prepará-la, e lançar a semente, porque Deus já prepara a chuva de bênção. Minha alma jubilosa glorifica a Deus pela vida desta igreja missionária e pela  conquista da vitória  resgatando os que estavam na rota do inferno cujos pés caminham agora, na direção do céu. Aleluia. Vejo

DIA NACIONAL DA CRIANÇA

“ Educa a criança no caminho em que deve andar e quando envelhecer lembrar-se-á e não   desviará dele” ( Pv 22.6). Dou-me conta de que sou privilegiado ao refletir sobre o  Dia da Criança . Olhos arregalados e brilho nos olhos. O comércio está mais interessado no lucro do que no signifi-cado deste dia. Lembro-me de minha  meninice  de cinco a oito  anos. Eu tinha limites e escala de ser- viços definidos. Cuidei de galinhas, ajuntei ovos, tratei de porcos, tangi bezerros para o estábulo, ajudei a fazer queijos e cuidei de hortas. Brinquei de pique pega, pega pega, balanço, pião, pipa, corrupio, zumzum, chicotinho queimado e inventei outros brinquedos. Meu pai era colonizador italiano. Por decisão dele iniciei as atividades na lavoura com oito anos de idade. Ele preparou e deu-me um “cacumbu”, enxada pequena, para lavrar a ter-ra durante o dia. Estudar? Nem pensar! Chorei ao ver crianças a brincarem no recreio. Após a morte de meu pai, aos dezesseis anos de idade, ainda analfabet

Vitórias e crises na Família moderna

Gn 2.22-25; II Rs 20.13; Dt 22.8 Percebe-se que a mulher, com exceção, está ganhando espaço na sociedade e perdendo espaço no lar e o homem torna-se mais rebelde e sujeito a conquistas inconsequentes. A família, na pós-modernidade, segue cumprindo sua missão sob o peso do rolo compressor do movimento que surgiu na Europa para desconstruir Bíblia, cristianismo, família, sociedade e nações. Esta desordem desencadeia crimes passionais e realça a prática do feminicídio. As forças do mal ameaçam destruir o que Deus criou, todavia há exército com armas espirituais para derrotá-los. Depois da conversão a Cristo, o passo mais importante é a constituição da família. « Esta é, afinal, osso dos meus ossos e carne da minha carne. »  Os cônjuges que constroem no altar, laços de amor antes, durante e depois, não correm o risco de separação ficando a olhar com frustração,  um monte de ossos aqui e de carne acolá. Quem faz a separação? É o casal, o opositor de Deus ou ambos? « A mulher é vocaci

DÊ UM TEMPO PARA DEUS!

“Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus! Que Deus maravilhoso nós temos! Como são grandiosos Sua sabedoria, Seu conhecimento e Suas riquezas! Como é possível a nós compreendermos Suas decisões, seus métodos. Quem é, dentre nós, que pode conhecer a mente do Senhor? Quem é que sabe o suficiente para ser Seu conselheiro e Seu guia? E quem jamais poderia oferecer ao Senhor o bastante para persuadi-lo a agir? Todas as coisas vêm única e exclusivamente de Deus. Tudo vive por Seu poder, e tudo é para Sua glória. A Ele seja a glória para sempre” ROMANOS 11.33-36. “O homem usa a sabedoria que DEUS lhe deu par glorificá-lo, porém os rebeldes usam-na para confrontar-se com o seu Criador forjando deuses nanicos, fator/econômico; fator/imagens; fator/político e fator/ bélico” (J. Saramago). CLAMOR A DEUS Diante desta situação caótica e cósmica, há falta de alinhamento do homem com Deus, porém há exorbitância com os demônios. Não temos outra coisa a fazer,

Cadê o Brasil?

DESDE 0 ANO DE 1500 AS POTÊNCIAS ECONÔMICAS ESTÃO DE OLHO NO BRASIL Medite: Cadê a madeira que estava aqui? Foi levada para Europa Cadê a pedra preciosa de nossas jazidas? A China e outras nações estão levando. Cadê o ouro das minas brasileiras? O Canadá e outros países levam o ouro prejudicando o Brasil. Cadê o nosso nióbio? Os países que industrializam metais especiais importam-no a preço irrisório. Cadê o nosso petróleo – ouro negro? Está à mercê do monopólio internacional e nós, com preço escorchante. Cadê o dinheiro que estava aqui? Saiu voando e aportou no paraíso fiscal e gerou crise econômica no Brasil. Cadê o nosso minério de ferro? É exportado barato e nós levamos ferro comprando deles, máquinas com preço elevado demais. Que é feito do rebanho bovino? A melhor carne primeiríssima é exportada para vários países prejudicando o consumo interno. Cadê o trigo?  Uma grande fatia da pobreza ainda pode comprar um pão.