Pular para o conteúdo principal

Total de visitas:

A FAMÍLIA É A OFICINA DO CARÁTER

Gn 12.3, 7 e 8; Dt 22.8-12; 28.6
Depois da conversão ao Senhor Jesus Cristo, o passo mais importante na vida do ser humano, é a constituição da família. Essa oficina é sustentada por quatro princípios ou pilares fundamentais, que podem ser nomeados de Quarteto do Equilíbrio ou da Harmonia Familiar.

       1.AMOR (Agape) Amor é uma palavra que nasce no seio da religião revelada. Esse amor configura o relacionamento puro entre o homem e Deus, homem e mulher reciprocamente. Jesus insiste, em  Mt 5.43-48,  que o amor humano deve seguir o  padrão do  amor divino. Ágape é uma virtude que vai além da mente, da razão. “O coração tem razão que a própria razão desconhece.” É um mistério que se torna realidade quando atinge o coração, centro das emoções. Ágape é o primeiro fruto do Espírito Santo. É a vitória sobre o EU. É a dinâmica da vida. A vida conjugal, familiar e humana sem esse AMOR, configura quimera, fantasia e romantismo inconsequente.                                           
             2.EROS (Eros)  Amor entre  sexos opostos, amor possessivo, predominantemente físico. “O fogo nasce da pedra, a pedra nasce do chão, o amor nasce dos olhos e vai  para o  coração”(Carolina de Jesus). Esse amor pode ser  nocivo e perigoso. É  um  sentimento  que pode inebriar por algum tempo. “Antes de se casarem os corpos, casem-se as almas primeiras, porque vejo muitos corpos casados e muitas almas solteiras” Belmiro Braga.
            3. AMIZADE (Storge) É um relacionamento afetivo, caloroso, ardente. É comum a todas as pessoas, porém, torna-se mais evidente entre os da mesma fé e da mesna família. “É o lado físico do amor.” É verdade que, storge, amizade - descreve o tipo mais nobre do amor humano, mas também, é verdade  que a chama da  amizade pode  diminuir e o seu calor esfriar-se.“Quando a beleza do amado/a murcha, a amizade, às vezes, murcha também” (Aristóteles).
            4.AMIZADE (Storge) Realça o amor cuja abrangência atinge todo o clã, a saber, a árvore genealógica. A família assemelha-se a um castelo. Ele é fortificado por dentro e tem armas defensivas e ofensivas. A família deve acastelar-se para“resistir as forças espirituais do mal nas regiões celestes” (Ef 6.12).
            “Em ti serão benditas (abençoadas) todas as famílias da terra”  (Gn 12.3). Durante a peregrinação de Abraão ele edificou dois altares ao Senhor: “edificou um altar ao Senhor que lhe aparecera (Gn 12.7;  “em Betel, edificou um altar ao Senhor e invocou o nome do Senhor” realçando sua intimidade com Deus(Gn 12.8). É preciso e, urgentemente, recons-truir alguns altares do coração, da família e da igreja. Existem forças ameaçadoras que penetram, sorrateiramente, na vida, nos lares e na igreja arruinando o altar onde o Senhor aparece, é reverenciado e adorado. Necessário se faz remover as cinzas do altar com o sopro do Espírito Santo, porque a cinza configura morte sinalizando falta de combustível e da chama que se apagou. A lenha deve ser renovada no altar da família e da igreja, a fim de que a chama do amor permaneça acesa nesse sacrário divino. Lenha nova no altar significa consagração que “o bom perfume de Cristo” definindo a família e a igreja como abençoadas e abençoadoras. “O homem e a mulher são vocacionados para manter  acesa a chama imortal do amor no santuário da fidelidade conjugal, que é a família” (John O'brien.”
 missão do homem temente ao Criador é ser seu representante na família que se constrói, a fim de projetar sua influência na família planetária. O homem é vocacionado por Deus para exercer a missão paternal. A mulher é vocacionada por Deus para exercer a missão maternal. A missão da mulher é ser a Matriz Sagrada, em cujo ventre, Deus fecunda o ser que deve crescer em “sabedoria, estatura e graça”(Lc 2.52), a fim de expressar ao mundo a sua vontade através dos valores mais altos. Ambos são responsáveis para manter a família como o núcleo fundamental da igreja, sociedade e nação. A família edificada sobre a rocha, Jesus Cristo, não falhará e nem ficará rodopiando na base do tripé espiritual, emocional e social. 
            No texto de (Dt 22.8), os hebreus foram advertidos no sentido de não se esquecer de “construir o parapeito no terraço das casas” para evitar acidentes a fim de que ninguém  “fosse culpdo pelo sangue.” Hodiernamente, muitas famílias estão sem esse parapeito, a saber, orientação espiritual, disciplina e limites. Por conta disso, muitos sofrem acidentes por causa da deformação na construção da vida espiritual e do caráter. Os cônjuges e demais familiares sendo submissos a Deus, tornam a família sustentável e invulnerável à ação virótica “dos dias maus” em que se vive. Do que se sabe, atiram-se dardos inflamados e envenenados contra a família, porém, se ela está “fortalecida no Senhor e na força do seu poder” (Ef 6.1), eles são espatifados antes do inimigo atingir o seu alvo. A família blindada pela couraça da justiça e o escudo da fé, estará protegida e livre de quedas do parapeito.

PERIGOS QUE AMEAÇAM A OFICINA DO CARÁTER
Muitos pais estão terceirizando a educação dos filhos, transferindo a responsabilidade para parentes, igreja, escola e Estado. A missão de catequizar e construir o caráter dos filhos é dos pais. Dizem por aí que: “pais ausentes, filhos carentes.” “Quem ama, educa. O Brasil não precisa apenas de reprodutores e reprodutoras” (Içami Tiba). Deus deseja o melhor e tem o melhor projeto para a família. As ferramentas dessa oficina são: oração, jejum, reverência, obediência a Deus, leitura do Livro Sagrado, reflexão bíblica, livros que propiciam uma prática relacional saudável, obediência aos pais, avós e outros, trabalho, honestidade, partilha, diálogo e definição de limites. Essas ferramentas devem permanecer na Oficina do Caráter e não devem ser vendidas, trocadas, negociadas e nem esquecidas.
 Algum tempo atrás e, não muito distante, o nosso passado era “trazido à memória” (Lm 3.21), por causa da construção do caráter e de balizas. Hoje, vivemos sonhos imediatistas que se realizam de acordo com o domínio da cibercultura no ciberespaço. Corremos o risco de ter um futuro muito pequeno e um passado menor ainda. Vive-se, hoje, no calabouço do imediatismo e do consumismo compulsivo alimentado pelo capitalismo selvagem.”Comamos e bebamos, que amanhã morreremos” (I Co 15.32). Muitos são adeptos desta filosofia e persistem na rota de colisão até sucumbir na próxima curva da estrada ou da vida.

AS FAMÍLIAS SEGUEM SENDO BÊNÇÃO E ABENÇOANDO
 O homem não pode, jamais, descumprir sua missão paternal e a mulher deve seguir cumprindo com esmero sua missão maternal. “Na família, o homem é a cabeça, a mulher é o coração” (Pio XI, citado por Niedermaier). Inequivocamente, o homem e a mulher são vocacionados por Deus para manter a família nos limites e objetivos para os quais ela foi instituída. A mulher era uma jóia velada, porém, Jesus Cristo resgatou o seu valor, e a sua dignidade veio a lume. Entretanto, não é seu desejo que ela fique no pedestal e, sim, ao pé da cruz, a fim de que, “o seu valor exceda o de muitas jóias” ( Pv 31.10). 
          Nota. Os itens, 1 a 4, são textos adaptados de Dr. John Mackai.

                                   Pr. Trevenzoli – bergertreve@oi.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O JOVEM MAIS BELO – ABSALÃO

Absalão, em hebraico, אַבְשָלוֹם. Significado: Meu pai é paz. Ler os textos II Samuel 3.1-5; 13.21-29; 14.24-33; 15.1-12; 18.9-17 e 18.33 A Bíblia nomeia Absalão como o terceiro filho de Davi cuja mãe era Maaca. Havia muita crise relacional na família real. Cada filho nascia de uma mulher diferente. Infelizmente, esta anomalia social está acontecendo em nossa sociedade. Em 2 Sm 14.25 e 26, diz que não havia, em Israel, homem mais belo e formoso do que Absalão. Desde a planta dos pés até a cabeça, não havia defeito algum. Não havia academia de fisiculturismo. Ele não era ‘bombado,’ mas tinha o corpo sarado.

ESPIRITO, ALMA E CORPO – DOUTRINA FUNDAMENTAL

“E O PRÓPRIO DEUS DE PAZ VOS SANTIFIQUE COMPLETAMENTE; E O VOSSO ESPÍRITO, ALMA E CORPO SEJAM PLENAMENTE CONSERVADOS IRREPREENSÍVEIS PARA VINDA DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO" 1 Ts 5.23 "POIS A PALAVRA É VIVA E EFICAZ, E MAIS CORTANTE DO QUE QUALQUER ESPADA DE DOIS GUMES, E PENETRA ATÉ AO PONTO DE DIVIDIR ALMA E ESPÍRITO, JUNTAS E MEDULAS, E É APTA PARA DISCERNIR OS PENSAMENTOS E INTENÇÕES DO CORAÇÃO” Hb 4.12 FUNÇÕES RESPECTIVAS DO ESPÍRITO, ALMA E CORPO

Convertido, Seguidor, Discípulo ou Discipulador?

“O mesmo Espírito testifica com nosso espírito que somos filhos de Deus (Rm 8.16). Pressupõe-se que, se a igreja tem convertidos, que se transformam em seguidor, e depois, em discípulo, ela precisa de discipuladorOu se evangeliza e vive ou não se evangeliza e morre. A evangelização e os seus resultados deixam igreja em clima de festa.Haverá sempre "uma festa no céu por um pecador que se arrepende”(Lc 15.7). Meu objetivo, ao apresentar este estudo, é estimular e enriquecer você para a prática do Discipulado. Há quatro estágios fundamentais para quem deseja ser fazedor dediscípulo:

O Bom Pastor e as Ovelhas

João 10.5 e 9-10 -INTRODUÇÃO: É preciso ajustar a nossa vida com Jesus Cristo, o Supremo Pastor, para sentirmo-nos satisfeitos e calmos. A ovelha não é um animal muito exigente. Come o que se lhes dá a comer; bebe o que se lhes dá a beber. A igreja, na pós-modernidade tem pastores de todas as classes, habilidades e gostos. A bem da verdade, o título de pastor está um pouco desgastado. Surgem outras qualificações que dão mais status como apóstolo, profeta, missionário. Há pastor que prega o evangelho puro e transformador que “é o poder de Deus para a salvação de aquele que crê” (Rm 1.16), da cura, do exorcismo, da prosperidade, da libertação, do Quinto Evangelho do “nada a ver” e, faz uma salada que intoxica a alma ao invés de curar seus males.