Pular para o conteúdo principal

Celebração da Páscoa


Páscoa é explosão da vida em meio à morte. É o grito de liberdade depois da saída do cativeiro do pecado. É o brado de júbilo, depois que se recebe a carta de alforria. Só tem direito de celebrar a Páscoa aquele em cuja vida os laços da morte foram rompidos. Está credenciado para celebrar a páscoa todo aquele que hasteia a bandeira da vida e arria a bandeira da morte na vida do ser humano. Celebrar a Páscoa comendo chocolate, bacalhau e degustando um pedacinho de carne assada ou cozida de carneiro, é uma dessacralização.

A nossa páscoa é doce como mel, mas a Páscoa do Cordeiro imaculado foi amarga como fel. Celebrar a Páscoa é romper o holocausto da morte executado pelo homem proclamando Jesus Cristo que quebrou as mandíbulas da morte, quando se ofereceu como holocausto no maior altar do mundo, que é o monte da caveira.

A igreja deve marcar seu encontro, não apenas nos templos com belos cânticos e sofisticada homilia, quando o grito dos ameaçados pela morte ronda os limites do nosso espaço sagrado. Somos convocados a assumir uma postura profética, e não conformista, diante dos cadáveres ambulantes da nossa sociedade. Celebrar a Páscoa é lutar contra “o anjo da morte” que ronda os lares brasileiros, “aspergindo o sangue do Cordeiro nos umbrais das casas”.

Celebrar a Páscoa é dizer: PAI PERDOA-NOS pelos homens que usam suas armas que vomitam projéteis mortíferos e produzem viúvas e órfãos; pelo gemido das crianças que sugam a última gota de leite do peito vazio da mãe; pelo choro da mãe que vê seu filho morrer, prematuramente, sem os cuidados médicos; pelos geradores da morte através de guerras e pela ganância em amealhar riquezas. Termino esta mensagem citando Charles Chaplin: “O homem moderno pensa muito e sente muito pouco”. Tenho medo, porque muitos de nós vivemos essa filosofia e adotamos essa teologia.

“Esteja absolutamente certa, pois, toda a casa de Israel de que a este Jesus, que vós crucificastes, DEUS O FEZ SENHOR E CRISTO ” (Atos 2.36).

SE PUDER, TENHA UMA FELIZ E INCOMODANTE PÁSCOA!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O JOVEM MAIS BELO – ABSALÃO

Absalão, em hebraico, אַבְשָלוֹם. Significado: Meu pai é paz. Ler os textos II Samuel 3.1-5; 13.21-29; 14.24-33; 15.1-12; 18.9-17 e 18.33 A Bíblia nomeia Absalão como o terceiro filho de Davi cuja mãe era Maaca. Havia muita crise relacional na família real. Cada filho nascia de uma mulher diferente. Infelizmente, esta anomalia social está acontecendo em nossa sociedade. Em 2 Sm 14.25 e 26, diz que não havia, em Israel, homem mais belo e formoso do que Absalão. Desde a planta dos pés até a cabeça, não havia defeito algum. Não havia academia de fisiculturismo. Ele não era ‘bombado,’ mas tinha o corpo sarado.

Convertido, Seguidor, Discípulo ou Discipulador?

“O mesmo Espírito testifica com nosso espírito que somos filhos de Deus (Rm 8.16). Pressupõe-se que, se a igreja tem convertidos, que se transformam em seguidor, e depois, em discípulo, ela precisa de discipuladorOu se evangeliza e vive ou não se evangeliza e morre. A evangelização e os seus resultados deixam igreja em clima de festa.Haverá sempre "uma festa no céu por um pecador que se arrepende”(Lc 15.7). Meu objetivo, ao apresentar este estudo, é estimular e enriquecer você para a prática do Discipulado. Há quatro estágios fundamentais para quem deseja ser fazedor dediscípulo:

ESPIRITO, ALMA E CORPO – DOUTRINA FUNDAMENTAL

“E O PRÓPRIO DEUS DE PAZ VOS SANTIFIQUE COMPLETAMENTE; E O VOSSO ESPÍRITO, ALMA E CORPO SEJAM PLENAMENTE CONSERVADOS IRREPREENSÍVEIS PARA VINDA DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO" 1 Ts 5.23 "POIS A PALAVRA É VIVA E EFICAZ, E MAIS CORTANTE DO QUE QUALQUER ESPADA DE DOIS GUMES, E PENETRA ATÉ AO PONTO DE DIVIDIR ALMA E ESPÍRITO, JUNTAS E MEDULAS, E É APTA PARA DISCERNIR OS PENSAMENTOS E INTENÇÕES DO CORAÇÃO” Hb 4.12 FUNÇÕES RESPECTIVAS DO ESPÍRITO, ALMA E CORPO

O Bom Pastor e as Ovelhas

João 10.5 e 9-10 -INTRODUÇÃO: É preciso ajustar a nossa vida com Jesus Cristo, o Supremo Pastor, para sentirmo-nos satisfeitos e calmos. A ovelha não é um animal muito exigente. Come o que se lhes dá a comer; bebe o que se lhes dá a beber. A igreja, na pós-modernidade tem pastores de todas as classes, habilidades e gostos. A bem da verdade, o título de pastor está um pouco desgastado. Surgem outras qualificações que dão mais status como apóstolo, profeta, missionário. Há pastor que prega o evangelho puro e transformador que “é o poder de Deus para a salvação de aquele que crê” (Rm 1.16), da cura, do exorcismo, da prosperidade, da libertação, do Quinto Evangelho do “nada a ver” e, faz uma salada que intoxica a alma ao invés de curar seus males.