Pular para o conteúdo principal

MASCULINO X FEMININO

Voltado para o externo Voltado para o interno Iniciativa Resposta à iniciativa Autoridade Poder (para ser) Racionalidade Emotiva Mover-se/ Criar Relacio-nar-se/ Interação. De que forma este entendimento pode nos ajudar a superar a homossexualidade? Ajuda-nos a superar a confusão que existe hoje quanto ao que seja ser homem ou mulher. 
Também aprendemos a reconhecer que as diferenças não são arbitrárias, não são impostas primeiramente pela sociedade, mas que representam o plano do nosso Criador. Além disso, esta compreensão auxilia as pessoas na homossexualidade a identificarem fraquezas e a estabelecerem alvos que as capacitem a se tornarem a pessoa que Deus intentou que fossem.

Com relação as demonstrações culturais da masculinidade e da feminilidade é necessário que tenhamos um equilíbrio. A priori, precisamos abrir mão de estereótipos comuns como: homens são machões, durões, agressivos e “mulherengos”, e, que mulheres devem ser “sexy”, sedutoras, independentes, ou, para outros, fracas e dependentes dos homens.
É fundamental analisar os padrões culturais à luz da palavra de Deus, rejeitar tudo aquilo que está em desalinho com o ensino bíblico e aceitar o que restar, pois nossa masculinidade e feminilidade precisa se expressar dentro de um contexto cultural, descartan-
do-se os exageros.
Afinal, a sociedade funciona melhor quando os papéis dos homens e mulheres estão claramente definidos. As crianças, por exemplo, carecem profundamente disto. E, queiramos ou não, já temos imagens internalizadas do que acreditamos ser o homem ou a mulher, e nos avaliamos segundo estas imagens.
É necessário que alguém que esteja saindo da homossexualidade seja incentivado a “fazer o que os homens/mulheres fazem” para que o medo e a inadequação com o “mundo dos(as) homens/mulheres” seja superado, e haja afirmação da sua identidade de gênero que provavelmente não foi afirmada na infância.
Enfrentar o temor de ser humilhado, de ser rejeitado como na infância e adolescência ou de ser ferido pode paralisar o processo de restauração pelo qual precisam passar. Esses temores ganham mais força por que estão enraizados nas lembranças e geram a sensação de que ainda permanecemos criancinhas indefesas e incapazes em frente de outros homens/mulheres de verdade. Contudo, a palavra de Deus afirma: “posso todas as coisas naquele que me fortalece” (Fp 4.13). Não existe crenscimento sem confronto. Não há restauração sem desafiarmos nossas zonas de segurança pelas quais trasitamos confortavelmente. Deus nos leva a encarar nossos temores com coragem e ousadia, confiantes no seu amor e cuidado permanente que nos possibilita a lançar fora todo medo.
Quando Israel saiu do Egito em direção a Canaã, Deus os comparou a filhotes de águias que estavam aprendendo a voar (Dt 32.11). Esta ave empurra os filhos de um alto lugar, mesmo que essa não seja a vontade deles. Faz isso para para colocalos em queda livre e então os força-los a bater as próprias asas. Isso é estratégia de crescimento que talvez não seja agradável logo de inicio aos filhotes, mas é necessário para que seus medos sejam confrontados e eles alcanssem altos voos. Assim é Deus, permite que situações difícies aconteçam para nos propocionar um ambiente de crescimento. Confie e obedeça as direçoes que Deus lhe concede no que se refere aos seus relacionamentos com pessoas do mesmo sexo ou qualquer outro aspecto de seus hábitos e afinidades. Busque em Deus o padrão de ser homem e mulher e dentro dos preceitos da Escrituras e da complementaridade física, emocional e espiritual que Ele planejou para o ser humano, desafie a qualquer pessoa que deseja aperfeiçoar o seu senso de masculino ou feminino, a romper com os medos e interagir com fé e paciência com aquilo que é sadio dentro do contexto cultural vivenciado. E, assim refletiremos mais plenamente a imagem e semelhança do Altíssimo.
Texto baseado no “Manual Novos Caminhos” de Alan Medinger, largamente utilizado para acompanhamento de pessoas que desejam desenvolver sua identidade de gênero de maneira satisfatória por meio de um relacionamento pessoal com Cristo. Traduzido para o português por Willy Torresin.
ORAÇÃO: Senhor Deus, ainda que eu não entenda muito bem a razão destas tribula-ções, eu sei que posso descansar em Ti, porque isso tudo é passageiro, e logo o Senhor trará a vitória!!! Eu agradeço porque a partir destas circunstâncias o Senhor esta me tratando e ensinando a viver cada dia mais contente em Sua presença!!! Ensina-me a viver em gratidão, louvando e adorando ao Senhor, seja na bonança ou na tempestade, na abundância ou na escassez, na batalha ou na vitória.                       


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESPIRITO, ALMA E CORPO – DOUTRINA FUNDAMENTAL

“E O PRÓPRIO DEUS DE PAZ VOS SANTIFIQUE COMPLETAMENTE; E O VOSSO ESPÍRITO, ALMA E CORPO SEJAM PLENAMENTE CONSERVADOS IRREPREENSÍVEIS PARA VINDA DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO" 1 Ts 5.23 "POIS A PALAVRA É VIVA E EFICAZ, E MAIS CORTANTE DO QUE QUALQUER ESPADA DE DOIS GUMES, E PENETRA ATÉ AO PONTO DE DIVIDIR ALMA E ESPÍRITO, JUNTAS E MEDULAS, E É APTA PARA DISCERNIR OS PENSAMENTOS E INTENÇÕES DO CORAÇÃO” Hb 4.12 FUNÇÕES RESPECTIVAS DO ESPÍRITO, ALMA E CORPO

Você é um seguidor ou discípulo?

O PERFIL DO SEGUIDOR E DO DISCÍPULO:
O SEGUIDOR ESPERA PÃES E PEIXES (Mt 4.4), MAS O DISCÍPULO É UM PESCADOR (Lc 5.10).
O SEGUIDOR LUTA POR CRESCER (Jo 15), MAS O DISCÍPULO LUTA POR REPRODUZIR (Mt 28.19), O SEGUIDOR É CONDICIONADO PELAS CIRCUNSTÂNCIAS (Mc 4.37-38), MAS O DISCÍPULO APROVEITA-AS PARA EXERCITAR SUA FÉ ( 2Co 4.8-11),          O SEGUIDOR VALE, PORQUE SOMA (Lc 9.33), MAS O DISCÍPULO VALE, PORQUE MULTIPLICA (At 4.4; 6.1).
O SEGUIDOR GOSTA DE AFAGO  (Jo 13.25);, MAS O DISCÍPULO GOSTA DO SERVIÇO E DO SACRIFÍCIO (1P e 2.5).
 O SEGUIDOR É VALIOSO (Lc 12.7 ), MAS O DISCÍPULO É INDISPENSÁVEL (At 1.8; 2Tm 2.15).
No dia em que os seguidores e discípulos de Cristo puserem em prática estes princípios bíblicos, provocarão nervosismo naquele que  se levanta com suas hostes contra o reino de Deus. De nada adiantará, porque ele será derrotado pelo SANGUE DO CORDEIRO. Aleluia!

ESPÍRITO, ALMA E CORPO

1 Ts 5.23; Hb 4.12 “E O PRÓPRIO DEUS DE PAZ VOS SANTIFIQUE COMPLETAMENTE; E O VOSSO ESPÍRITO, ALMA E CORPO SEJAM PLENAMENTE CONSERVADOS IRREPREENSÍVEIS PARA VINDA DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, POIS A PALAVRA É VIVA E EFICAZ, E MAIS CORTANTE DO QUE QUALQUER ESPADA DE DOIS GUMES, E PENETRA ATÉ AO PONTO DE DIVIDIR ALMA E ESPÍRITO, JUNTAS E MEDULAS, E É APTA PARA DIOSCERNIR OS PENSAMENTOS E INTENÇÕES DO CORAÇÃO”. FUNÇÕES RESPECTIVAS DO ESPÍRITO, ALMA E CORPO:

O Bom Pastor e as Ovelhas

João 10.5 e 9-10 -INTRODUÇÃO: É preciso ajustar a nossa vida com Jesus Cristo, o Supremo Pastor, para sentirmo-nos satisfeitos e calmos. A ovelha não é um animal muito exigente. Come o que se lhes dá a comer; bebe o que se lhes dá a beber. A igreja, na pós-modernidade tem pastores de todas as classes, habilidades e gostos. A bem da verdade, o título de pastor está um pouco desgastado. Surgem outras qualificações que dão mais status como apóstolo, profeta, missionário. Há pastor que prega o evangelho puro e transformador que “é o poder de Deus para a salvação de aquele que crê” (Rm 1.16), da cura, do exorcismo, da prosperidade, da libertação, do Quinto Evangelho do “nada a ver” e, faz uma salada que intoxica a alma ao invés de curar seus males.