Pular para o conteúdo principal

Total de visitas:

Reflexão sobre a Jornada Mundial da Juventude

O Papa foi recebido no Brasil com as honras de Pontífice e Estadista
   A visita do Papa Francisco Bergoglio ao Brasil deixou um lampejo de esperança para o povo católico e orientação geral para que cuida da juventude. É homem simples e humilde. Não se destacou como monstro sagrado, mas desceu do pedestal que o povo lhe construiu. Ele pediu que a vidraça do papamóvel fosse abaixada para ficar à vontade a fim de cumprimentar o povo, tocar, abraçar e beijar crianças. Ele desceu, várias vezes, do papamóvel, porque não queria ficar como um pássaro aprisionado. 

    O foco do evento foi a expectativa de encontrar solução para os problemas que ameaçam a igreja, juventude e estancar o fenômeno migratório de católicos para outros segmentos religiosos. Vejamos mais sobre alguns aspectos:
    Segurança. Para garantir a segurança do insigne visitante, tiveram o cuidado de articular um apara-to bélico das forças armadas de 14 mil homens e um elenco da segurança nacional para evitar algum entre-vero por causa do momento de crise nacional que inquieta e exige mudanças. Dizem que importaram tan-que de guerra da Alemanha, que dispara 1.100 tiros por minutos, para qualquer eventualidade nos quatro eventos nacionais. O insigne visitante deixou transparecer que gostaria de estar mais livre, porque não tem medo de morrer. Os governos federal, estadual e municipal estão de saia justa, porque não conseguem fazer o dever de casa e fizeram vista grossa às necessidades do povo gastando a pequena quantia de RR$118 milhões com a festa da família planetária católica sendo um Estado laico. Mas, o que isto para um país tão rico?!
    Igreja na rua. O Papa convocou o elenco/point, a Cúpula Católica para uma reunião e disse-lhes entre outros assuntos que deseja ver a igreja nas ruas, avenidas e praças. A igreja distanciou-se do povo. A Ela deve ver, ouvir e sentir as necessidades do povo, estar junto ao povo e aberta ao diálogo. Peguei uma fatia de sua inquietação e fiquei a imaginar que sua convocação e exortação atingiram a nossa comunidade de fé que está envolvida com o perfil elitista e prática conventual. Perdeu-se o jeito de ser igreja que fala a linguagem mais bíblica e ao alcance das classes mais humildes. Sente-se que a igreja distanciou-se da mística do  'Cavaleiro de Deus' – João Wesley. Somos uma igreja, refiro-me à 4re, que tem uma exímia estrutura organizacional com um elenco de líderes clérigos e leigos hábeis para um spread missionário, porém sentimos que a rotinização tem sido o maior problema. Gasta-se tempo, dinheiro e os resultados são parcos. Gosto do que Leonado Boff me disse pessoalmente - “Você é pastor? Sim, respondi. - Então ouça o Espírito Santo para que o povo possa ouvir você.” Tenho certeza de que, se a igreja ouvir o Estrategista da missão, será estimulada a expandir os limites do reino de Deus. Para que isto aconteça ela tem de sair do seu quadrado. Oscar Culmann afirma que Jesus Cristo usou 50.3% de suas ações junto ao povo e 49.7% com os seus discípulos e a sós com o Pai. Dentro de um pressuposto profético e holístico, todos os segmen-
tos do cristianismo  devem cumprir a missão de manter o equilíbrio da família planetária.
     Juventude. No seu discurso à juventude foi austero e contundente chamando a atenção dos gover-nos e educadores para cuidarem da juventude na construção de suas balizas para o futuro. Se almejamos colher frutos no futuro temos de investir na juventude. Se não o fizermos os jovens estarão sem rumos definidos. “Ao olharmos para a retina da juventude no presente percebemos a sua ansiedade. Ao definir-mos suas balizas definiremos o futura da nação. Os jovens são a janela  do futuro de uma nação.” Os estí-mulos que recebem hoje determinam a construção da futura sociedade. O que está acontecendo hoje é consequência de descuidos dos educadores e formadores de caráter. Uma juventude que tem prumo no pre-sente não deixará a nação sem rumo no futuro.
    Capitalismo. Com um tom bem ácido o Papa fez críticas ao capitalista moderno gestor de um sistema econômico desumano e escravizante. Na expressão de Albert Schweitzer - Inicia-se uma nova Idade Média com a robotização, humanização da máquina e a desumanização do homem culminando com a fragmentação da família. O capitalismo pós-moderno ou selvagem está gestando uma crise que deixa um rescaldo de dois extremos preocupantes. “Em um dos extremos estão os jovens e no  outros os  idosos.”
    O saudoso Bispo Almir dos Santos, cristão socialista, citava na aula de sociologia: “Em todos os extremos há perigos” - In omnia extremis periculosa est.” Que sanduíche indigesto é este!: jovens-capitali$mo-idosos! Evitemos que um destrua o outro.  Deve-se buscar a orientação de Deus para que a frase de Titus Plautus, dramaturgo romano, ”Homo homini lupus est” - O homem é o lobo do homem, não seja aplicada na sociedade moderna. No amor de Jesus Cristo, o Sumo Sacerdote e cordial abraço.   
  Pr. Trevenzoli

                                                                                                                                      

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O JOVEM MAIS BELO – ABSALÃO

Absalão, em hebraico, אַבְשָלוֹם. Significado: Meu pai é paz. Ler os textos II Samuel 3.1-5; 13.21-29; 14.24-33; 15.1-12; 18.9-17 e 18.33 A Bíblia nomeia Absalão como o terceiro filho de Davi cuja mãe era Maaca. Havia muita crise relacional na família real. Cada filho nascia de uma mulher diferente. Infelizmente, esta anomalia social está acontecendo em nossa sociedade. Em 2 Sm 14.25 e 26, diz que não havia, em Israel, homem mais belo e formoso do que Absalão. Desde a planta dos pés até a cabeça, não havia defeito algum. Não havia academia de fisiculturismo. Ele não era ‘bombado,’ mas tinha o corpo sarado.

ESPIRITO, ALMA E CORPO – DOUTRINA FUNDAMENTAL

“E O PRÓPRIO DEUS DE PAZ VOS SANTIFIQUE COMPLETAMENTE; E O VOSSO ESPÍRITO, ALMA E CORPO SEJAM PLENAMENTE CONSERVADOS IRREPREENSÍVEIS PARA VINDA DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO" 1 Ts 5.23 "POIS A PALAVRA É VIVA E EFICAZ, E MAIS CORTANTE DO QUE QUALQUER ESPADA DE DOIS GUMES, E PENETRA ATÉ AO PONTO DE DIVIDIR ALMA E ESPÍRITO, JUNTAS E MEDULAS, E É APTA PARA DISCERNIR OS PENSAMENTOS E INTENÇÕES DO CORAÇÃO” Hb 4.12 FUNÇÕES RESPECTIVAS DO ESPÍRITO, ALMA E CORPO

Convertido, Seguidor, Discípulo ou Discipulador?

“O mesmo Espírito testifica com nosso espírito que somos filhos de Deus (Rm 8.16). Pressupõe-se que, se a igreja tem convertidos, que se transformam em seguidor, e depois, em discípulo, ela precisa de discipuladorOu se evangeliza e vive ou não se evangeliza e morre. A evangelização e os seus resultados deixam igreja em clima de festa.Haverá sempre "uma festa no céu por um pecador que se arrepende”(Lc 15.7). Meu objetivo, ao apresentar este estudo, é estimular e enriquecer você para a prática do Discipulado. Há quatro estágios fundamentais para quem deseja ser fazedor dediscípulo:

O Bom Pastor e as Ovelhas

João 10.5 e 9-10 -INTRODUÇÃO: É preciso ajustar a nossa vida com Jesus Cristo, o Supremo Pastor, para sentirmo-nos satisfeitos e calmos. A ovelha não é um animal muito exigente. Come o que se lhes dá a comer; bebe o que se lhes dá a beber. A igreja, na pós-modernidade tem pastores de todas as classes, habilidades e gostos. A bem da verdade, o título de pastor está um pouco desgastado. Surgem outras qualificações que dão mais status como apóstolo, profeta, missionário. Há pastor que prega o evangelho puro e transformador que “é o poder de Deus para a salvação de aquele que crê” (Rm 1.16), da cura, do exorcismo, da prosperidade, da libertação, do Quinto Evangelho do “nada a ver” e, faz uma salada que intoxica a alma ao invés de curar seus males.