Pular para o conteúdo principal

Natal, tempo de congratulações

No terceiro milênio a família planetária ainda não encontrou o seu rumo e o seu prumo, porque há limites sem limites e fronteiras sem fronteiras. Percebe-se que se constrói  uma TORRE DA CIVILIZAÇÃO“ à semelhança da torre de Babel (Gn 11.9), com as sofisticações da ciência, filosofias e religiões. A família planetária cristã deve, e com  urgência, construir uma blindagem espiritual sem estereótipos resultante do relacionamento íntimo do homem com Deus a fim de escapar “ dos ácidos da pós-modernidade” que podem corroer os elementos de ligação entre as nossas vidas  e os propósitos de Deus”.

Com a encarnação do Verbo no ventre da virgem Maria, por obra e graça do Espírito Santo, Deus fez sua intervenção na História cumprindo sua profecia e executanto seu projeto de resgatar o homem pondo ordem em meio à desordem (Mt 1.20).
Ao celebrarmos o natal de Jesus Cristo, devemos estar cientes da barafunda religiosa e política no momento gelatinoso em que vivemos neste mundo de fronteiras sem fronteiras. Ao enviar Jesus Cristo ao mundo Deus inaugurou o tempo da Graça e demarcou os limites do seu Reino. Que esses limites não sejam apagados pela rebeldia e estultícia do homem. Nós temos o compromisso de expandir o reino inaugurado por Cristo. Oremos para que “o resplendor da glória de Deus” não seja ofuscado pelo brilho da glória dos homens neste natal (Lc 2.9,13). É desejo do nosso coração que, “o anjo com a milícia celestial, ” ajudem-nos a celebrar a data magna da cristandade com a alma grande e corações humildes.
         Salve o Infante de Belém!
                   Salve o Príncipe da Paz!
                            Salve o Redentor da humanidade!
   Com efusivas congratulações natalinas e votos de copiosas bênçãos no ano de 2014 nas áreas de sua vida, família e igreja.
   Juiz de Fora, dezembro de 2013.
 Laura Karl Trevenzoli e Pr. Valdemar Trevenzoli
                                               bergertreve@oi.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESPIRITO, ALMA E CORPO – DOUTRINA FUNDAMENTAL

“E O PRÓPRIO DEUS DE PAZ VOS SANTIFIQUE COMPLETAMENTE; E O VOSSO ESPÍRITO, ALMA E CORPO SEJAM PLENAMENTE CONSERVADOS IRREPREENSÍVEIS PARA VINDA DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO" 1 Ts 5.23 "POIS A PALAVRA É VIVA E EFICAZ, E MAIS CORTANTE DO QUE QUALQUER ESPADA DE DOIS GUMES, E PENETRA ATÉ AO PONTO DE DIVIDIR ALMA E ESPÍRITO, JUNTAS E MEDULAS, E É APTA PARA DISCERNIR OS PENSAMENTOS E INTENÇÕES DO CORAÇÃO” Hb 4.12 FUNÇÕES RESPECTIVAS DO ESPÍRITO, ALMA E CORPO

ESPÍRITO, ALMA E CORPO

1 Ts 5.23; Hb 4.12 “E O PRÓPRIO DEUS DE PAZ VOS SANTIFIQUE COMPLETAMENTE; E O VOSSO ESPÍRITO, ALMA E CORPO SEJAM PLENAMENTE CONSERVADOS IRREPREENSÍVEIS PARA VINDA DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, POIS A PALAVRA É VIVA E EFICAZ, E MAIS CORTANTE DO QUE QUALQUER ESPADA DE DOIS GUMES, E PENETRA ATÉ AO PONTO DE DIVIDIR ALMA E ESPÍRITO, JUNTAS E MEDULAS, E É APTA PARA DIOSCERNIR OS PENSAMENTOS E INTENÇÕES DO CORAÇÃO”. FUNÇÕES RESPECTIVAS DO ESPÍRITO, ALMA E CORPO:

O Vaso de Alabastro

Fui pobre duas vezes – materialmente e espiritualmente. Alguém que tinha alma grande amou-me, acolheu-me, curou-me, sustentou-me e guiou-me. Por causa do avanço acelerado da tecnologia, o amor vai se tornando uma virtude rara, até entre os irmãos da santa grei.  Pobres, ah, os pobres! O rico pode ser pobre espiritualmente. Não obstante a sua riqueza, ele pode ser rico também (um pouco mais difícil) vivendo sob o senhorio de Jesus Cristo; o pobre materialmente pode ser rico. Triste é ser pobre duas vezes! Jesus definiu o palco da mensagem evangélica dizendo: Mt 11.5; 26.11; Lc 4.18 e fez uma advertência - “trabalhai não pela comid que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o Filho do homem vos dará...”(Jo 6.27).

O Bom Pastor e as Ovelhas

João 10.5 e 9-10 -INTRODUÇÃO: É preciso ajustar a nossa vida com Jesus Cristo, o Supremo Pastor, para sentirmo-nos satisfeitos e calmos. A ovelha não é um animal muito exigente. Come o que se lhes dá a comer; bebe o que se lhes dá a beber. A igreja, na pós-modernidade tem pastores de todas as classes, habilidades e gostos. A bem da verdade, o título de pastor está um pouco desgastado. Surgem outras qualificações que dão mais status como apóstolo, profeta, missionário. Há pastor que prega o evangelho puro e transformador que “é o poder de Deus para a salvação de aquele que crê” (Rm 1.16), da cura, do exorcismo, da prosperidade, da libertação, do Quinto Evangelho do “nada a ver” e, faz uma salada que intoxica a alma ao invés de curar seus males.