Pular para o conteúdo principal

O discurso de Deus é vivo!

            A RESSURREIÇÃO DE JESUS CRISTO É A DOUTRINA CENTRAL E DETERMINANTE DA FÉ CRISTÃ.
Textos: Gn 3.l5; Mt 1.20; Jo 1.1-3 e 14 e João 19.30.
Com profundo, mais que profundo amor, Deus revelou-se na pessoa de JESUS CRISTO, seu único Filho. Foi um discurso vivo em meio ao brado de dor lancinante provocada pela lança romana, cravejado na cruz, lapada de azorrague que feriu suas as costas, coroa de espinhos que sangraram sua fronte, bofetadas, cuspida, vinagre ao invés de água e escárnio. Tudo aconteceu por causa da magnitude do amor de Deus por nós, ainda que não o mereçamos.     Procuram-se homens e mulheres que profiram discursos vivos em nome do Servo Sofredor, aos que precisam ser salvos. Muitos fazem este discurso por compaixão, porém, outros são cheios de verborragia de cujos lábios saem “Words, words, words nothing else,” palavras, palavras, palavras e nada mais (W. Shakespeare).  Muitas vezes, as palavras são sem expressão de vida neste tempo quando o amor se escasseia. “O homem moderno pensa muito e sente muito pouco” (Charles Chaplin).       

Há discursos que mais parecem um feixe de pensamentos filosóficos, teológicos e outros temas. “ Deus pode falar, mas não nos cabe a nós fazê-LO falar” J. Durandeaux).
Há seis verbos dinâmicos que estimulam a vida de quem deseja proferir um discurso vivo:
AMAR como Jesus amou. O amor é a essência da vida;
        VER como Jesus viu. Devemos ver como ele viu, com os olhos da alma;
            OUVIR o gemido da alma como ele ouviu;
                     SENTIR e mover-se de compaixão como ele o fez;
                            FALAR com autoridade outorgada por ele;    
                              CURAR as feridas. A autoridade nos é outorgada pelo Espírito Santo. 
Nomeiam-se, no arraial evangélico, modismos, estereótipos, shows frenéticos, teatro e entretenimentos.  Jamais se falou, escreveu, cantou e se fez tanta pesquisa a respeito de JESUS CRISTO, como nos  dias atuais. Jesus
Cristo é maior do que o templo, Davi, Salomão, Jonas, Buda, Dalai Lama, Zoroastro, Alan  Kardec, papa, bispos e os ícones sagrados que surgem no perpassar de anos e séculos. Jesus Cristo é o excelente líder espiritual para toda a família planetária.                                                       
Deve-se estar atento para que a nossa mente e coração não sejam atingidos pelos efeitos corrosivos da chuva ácida e dos vírus da pós-modernidade evitando, assim, romper o relacionamento com Deus, princípios sagrados e os semelhantes. A maior e mais desastrosa barreira entre Deus e o homem são as imagens, idéias construídas pela sua fertilidade mental nas quais, muitas vezes, ele se perde e fica sem o prumo de Deus e sem rumo. Deus fez o discurso vivo no “Verbo encarnado” no sítio chamado ‘Caveira’ onde apagou o sinal da morte e deixou o sinal da vida.                      
O sangue derramado tornou-se o antídoto para anular o efeito do veneno da serpente. “ Devemos sentir o amor de Jesus Cristo como se o seu sangue estivesse correndo em nossas veias” (Toyohiko, missionário japonês ). Ao longo do meu ministério nunca deixei de crer e ensinar sobre a morte e ressurreição de Jesus Cristo, porque é a doutrina central, fundamental e determinante da fé cristã.
            NA SUA MORTE, NÃO MORREU, porque quebrou as presas da antiga serpente, quando lhe deu o seu último bote.
            RESSURREIÇÃO. Satanás tentou amordaçar Jesus com os laços da morte no gélido túmulo. Somente quem crê no mistério tremendo da paixão, morte e ressurreição de Cristo, está credenciado para celebrar a Pás-
coa. Entretanto, muitos não entendem a magnitude deste evento. Celebra-se historicamente, comercialmente para satisfazer aos assédios do estômago e do capitalismo selvagem, sem atentar para a profundidade da intervenção de Deus na História.
            Celebrar este evento em clima de espiritualidade e convicção é a confirmação e testemunho de que o Senhor está vivo em nós e entre nós. Jesus destruiu as presas da morte e disse: “Tetelestai, está consumado”. Você já tem a sua carta de alforria? Ela tem o carimbo para eternidade?
             BENDITO SEJA “ O CORDEIRO DE DEUS QUE TIRA O PECADO DO MUNDO”.
                 Sermão proferido na Igreja Metodista,
                 Bairro São Mateus – Juiz de Fora. Pr. Trevenzoli

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O JOVEM MAIS BELO – ABSALÃO

Absalão, em hebraico, אַבְשָלוֹם. Significado: Meu pai é paz. Ler os textos II Samuel 3.1-5; 13.21-29; 14.24-33; 15.1-12; 18.9-17 e 18.33 A Bíblia nomeia Absalão como o terceiro filho de Davi cuja mãe era Maaca. Havia muita crise relacional na família real. Cada filho nascia de uma mulher diferente. Infelizmente, esta anomalia social está acontecendo em nossa sociedade. Em 2 Sm 14.25 e 26, diz que não havia, em Israel, homem mais belo e formoso do que Absalão. Desde a planta dos pés até a cabeça, não havia defeito algum. Não havia academia de fisiculturismo. Ele não era ‘bombado,’ mas tinha o corpo sarado.

ESPIRITO, ALMA E CORPO – DOUTRINA FUNDAMENTAL

“E O PRÓPRIO DEUS DE PAZ VOS SANTIFIQUE COMPLETAMENTE; E O VOSSO ESPÍRITO, ALMA E CORPO SEJAM PLENAMENTE CONSERVADOS IRREPREENSÍVEIS PARA VINDA DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO" 1 Ts 5.23 "POIS A PALAVRA É VIVA E EFICAZ, E MAIS CORTANTE DO QUE QUALQUER ESPADA DE DOIS GUMES, E PENETRA ATÉ AO PONTO DE DIVIDIR ALMA E ESPÍRITO, JUNTAS E MEDULAS, E É APTA PARA DISCERNIR OS PENSAMENTOS E INTENÇÕES DO CORAÇÃO” Hb 4.12 FUNÇÕES RESPECTIVAS DO ESPÍRITO, ALMA E CORPO

VARRENDO A CASA

(Lc  15.8-10) Modernização. Surgem meios modernos para fazer a limpeza, mas a vassoura continua sendo muito útil. Há milhões  de livros, mas a Bíblia é única. Há duas razões para se varrer a casa: varrer para manter a casa limpa higienizada. Ao amanhecer o dia inicia-se a tarefa. Varre-se para tirar o cisco e procurar o que foi perdido. Alguém apaga as lâmpadas. A escuridão domina, assim como as pessoas sem Cristo. Estão nas trevas.

O jovem mais belo e mais bem sarado

Absalão, em hebraico, אַבְשָלוֹם. Significado: Meu pai é paz. Leia II Samuel 3.1-5; 13.21-29; 14.24-33; 15.1-12; 18.9-17 e 18.33 A Bíblia nomeia Absalão, em  hebraico, אַבְשָלוֹם como o terceiro  filho  de  Davi  cuja mãe era Maaca. Havia uma grande desordem na  família  real.  Cada  filho  nascia  de uma mulher diferente. Infelizmente, esta anomalia social está acontecendo em muitas regiões do nosso País. Em II Sm 14.25,26, diz que não havia em  Israel  homem  mais belo e formoso do que Absalão.